Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

26/04/2016 - 17:10 - Atualizado em 03/05/2016 - 14:34
UFU discute adesão total ao SiSU
Conselho de Graduação avalia as implicações acadêmicas
Por: 
Marco Cavalcanti

 

 Marco Cavalcanti)

O Congrad é formado pelos coordenadores dos cursos de graduação, técnicos administrativos e discentes da UFU (Foto: Milton Santos)

O Conselho de Graduação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) retomou a discussão sobre a adoção do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), articulado ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), como forma exclusiva de ingresso em vagas nos cursos de graduação a partir de 2017. O debate foi pautado na reunião de sexta-feira, 15 de abril.

O conselho, formado por todos os coordenadores dos cursos de graduação, técnicos administrativos e discentes, poderá deliberar sobre o assunto já na próxima reunião, prevista para 13 de maio. Com a eventualidade de uma adesão total ao SiSU a partir de 2017, a pró-reitora de Graduação, Marisa Lomônaco, considera prudente que, de modo preventivo, os candidatos interessados no ingresso em cursos de graduação na UFU, se inscrevam, entre 9 e 20 de maio, no Enem de 2016.

Segundo informações da pró-reitora, as discussões sobre a adesão da UFU ao SiSU foram iniciadas em 2010, quando, em caráter experimental, o sistema de seleção foi utilizado para completar o preenchimento das vagas não ocupadas. Em 2012, a UFU decidiu utilizar o SiSU para o preenchimento de todas as vagas ofertadas no primeiro semestre, mas manteve o vestibular para as do segundo semestre letivo.

Marisa Lomônaco ressaltou que, à época, o entendimento foi o de que a UFU aguardaria a edição de um “Enem de meio de ano”, anunciada pelo Ministério da Educação (MEC), para vincular o preenchimento das vagas do segundo semestre, também pelo SiSU.  

Durante a reunião, o professor Leonardo Barbosa e Silva, diretor de Assuntos Estudantis da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (Proex) e presidente do Fórum Nacional de Pró-reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (Fonaprace), explicou que as universidades que aderirem 100% ao SiSU recebem 100% do bônus de vantagem que é aplicado na distribuição da verba proveniente do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes). O objetivo do Pnaes é apoiar a permanência dos graduandos de baixa renda nas universidades federais, auxiliando no combate à repetência e evasão.

Além das vantagens econômicas e, com base em estudos comparativos feitos pela Diretoria de Processos Seletivos da Prograd, os conselheiros avaliam as implicações de uma adesão total ao SiSU, mesmo sem o “Enem de meio de ano”, na composição do perfil geral dos estudantes, no desempenho acadêmico e nos fatores de evasão.

A ata da reunião do dia 15 de abril, quando aprovada, estará disponível para consulta no endereço www.transparencia.ufu.br.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2021. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal