Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

03/08/2016 - 19:09 - Atualizado em 03/08/2016 - 19:09
Grupo Luta pela Vida inicia obras da Unidade 2 do Hospital do Câncer
Centro de Cuidados Paliativos Oncológicos, com investimento de R$ 8,9 milhões, ocupará o primeiro prédio a ser erguido.
por Autor: 
José Amaral Neto

Ampliar as frentes de combate ao câncer sempre esteve entre os principais objetivos de atuação do Grupo Luta Pela Vida, a única ONG do Hospital do Câncer em Uberlândia, responsável pela construção, ampliação e manutenção da instituição de saúde. Mais um desafio começa a se tornar realidade com o início das obras de sua Unidade 2, espaço que vai oferecer serviços complementares ao atendimento clínico disponibilizado atualmente.

O complexo conhecido como a Unidade 2, ocupará uma área de 9.543m², localizada no terreno cedido pela prefeitura no bairro Alto Umuarama, e contará com cinco prédios: o Centro de Cuidados Paliativos Oncológicos, o Centro de Pesquisa e Diagnóstico, uma estrutura dedicada para ações do Núcleo de Voluntários, a construção da sede administrativa do Grupo Luta Pela Vida e um quinto prédio reservado para projetos futuros.

A construção de todo complexo será feita em etapas. A primeira delas é dedicada à construção do Centro de Cuidados Paliativos Oncológicos, espaço projetado especialmente para atender os pacientes que não têm mais chances de cura, mas que precisam de cuidados especiais. Estima-se que o investimento para concluir a primeira etapa será de R$ 8,9 milhões.

Renato Pereira, presidente do Grupo Luta Pela Vida, reforça que iniciar as obras pelo Centro de Cuidados Paliativos Oncológicos deve-se ao seu diferencial e público a ser atendido. “Toda a Unidade 2 é de extrema importância, mas a humanização foi o que deu início e mantém até hoje o trabalho do Hospital de Câncer em Uberlândia e, por isso, temos no Centro de Cuidados Paliativos uma atenção especial. Tudo foi projetado pensando no bem-estar dos nossos pacientes, de seus sentimentos e estado clínico, bem como daqueles que vivenciam junto esse momento da vida de seu familiar”, diz o presidente.

Obra sustentável

O Grupo Luta Pela Vida, tendo como preocupação a sustentabilidade, adotou diversas medidas para diminuir o impacto à natureza e oferecer bem-estar aos pacientes, com soluções que já poderão ser vistas nessa 1ª etapa. Segundo Zied Sabbagh, haverá áreas envidraçadas para o melhor aproveitamento da luz natural que permitem a economia de energia elétrica. “ Vamos fazer o reuso da água da chuva para lavagem de jardim, uso de energia fotovoltaica com placas na laje de cobertura, além de usar sistemas de última geração para a iluminação geral, torneiras e para o ar condicionado, tudo muito mais econômico e eficiente”, explica o arquiteto.

A importância das doações

O Hospital do Câncer em Uberlândia (Unidade 1) foi inteiramente construído com doações da comunidade, por isso o Grupo Luta Pela Vida acredita na força da solidariedade para que o ato se repita e assim seja entregue a nova unidade.

Segundo Renato, o apoio da sociedade e empresas é de extrema importância para concretizar as obras. “Tudo que existe hoje é fruto da colaboração generosa da população. Assim como quando construímos o Hospital do Câncer, estamos convictos de que conseguiremos entregar à comunidade mais uma estrutura que vai abrigar ações complementares ao tratamento que já é oferecido no Hospital”, conclui o presidente. 

 

 

Fonte: Release enviado via press kit da Assessoria de Imprensa do Grupo Luta pela Vida

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2017. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal