Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

04/01/2018 - 13:48 - Atualizado em 11/01/2018 - 17:44
Grupo de estudos discute psicanálise e saúde mental infantil
Reuniões contam com a participação de estudantes do Programa de Pós-Graduação em Psicologia orientados pelo professor João Luiz Paravidini
por Autor: 
Marcela Pissolato (Estagiária de Graduação)

Como o grupo é vinculado ao Mestrado em Psicologia, os participantes também abordam metodologia e estrutura de pesquisa nas discussões (Foto: Milton Santos)

 
Semanalmente, alguns alunos do Programa de Pós-Graduação em Psicologia, juntamente com o professor João Luiz Leitão Paravidini, do Instituto de Psicologia, se reúnem para estudar e discutir psicanálise e saúde mental infantil. Eles fazem parte de um grupo de estudos criado pelo docente em 2003 e que tem como objetivo realizar trabalhos coletivos e estudos teóricos sobre a pesquisa de cada um dos estudantes, sempre dentro da temática geral. 
 
Apesar de serem abertas a todos que se interessem pela temática abordada, as reuniões, geralmente, contam com a participação de sete pessoas, todas estudantes de Mestrado em Psicologia. O docente e coordenador do grupo conta que algumas pessoas de fora, como profissionais vinculados à saúde pública de Uberlândia, já participaram dos encontros.  Inclusive, há uma parceria com os responsáveis pela saúde mental do município para a realização de pesquisas do grupo no Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência (CAPSi).
 
“O grupo é permeável, depende dos interesses que estão vinculados. Eu, por exemplo, já convidei pessoas que queriam futuramente entrar para o mestrado, mas estavam se preparando e tendo ideias ainda, para que elas pudessem ter noção de como funciona. Além de alunos que estão fazendo iniciação científica e que queiram participar dessas discussões quando o tema tem a ver com o que eles estão desenvolvendo”, explica Paravidini. 
 
Cada reunião tem um tema para debate, sempre relacionado à psicanálise e à saúde mental infantil. Em algumas, os estudantes discutem sobre seus trabalhos individuais no mestrado; em outras, o grupo tem uma temática geral sobre alguma pesquisa que desenvolvem juntos. “A gente está sempre cuidando dos assuntos específicos, que são as pesquisas de cada um, e depois dos assuntos gerais. Agora, estamos em via de uma nova etapa, definir um novo assunto que será discutido coletivamente”, detalha o professor. 
 

Os debates do grupo Psicanálise e Saúde Mental Infantil são orientados pelo professor João Luiz Leitão Paravidini (Foto: Milton Santos)

 
Uma das últimas pesquisas desenvolvidas foi sobre o que os adolescentes pensam a respeito redução da maioridade penal. Uma das participantes do grupo, Michelle Ferreira Martins, explica que esse estudo foi realizado com adolescentes de escolas públicas e também com aqueles que estão em cumprimento de medida socioeducativa. Ela ressalta que foi um trabalho muito rico. “A gente foi entendendo que esses meninos têm coisas pra dizer sobre eles, sobre política, legislação, muito mais do que dizer se eles são contra ou a favor da redução da maioridade penal. Eles vão conseguindo problematizar esse tema da redução e discutir questões relacionadas”, relata Martins.
 
Dessa maneira, são vários assuntos discutidos dentro da temática principal. Segundo Paravidini, é isso que caracteriza o grupo. “O que cada um vai trazendo é que vai dando identidade para esse momento”, afirma.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2018. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal