Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

06/12/2018 - 15:40 - Atualizado em 07/12/2018 - 17:52
Projeto de extensão da UFU promove empoderamento feminino por meio do empreendedorismo
Curso de costura garante oportunidade de renda para moradoras do bairro Shopping Park
por Autor: 
Gabriela Francis

Aulas de corte e costura acontecem semanalmente (Foto: Milton Santos)

 

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU), através da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura deu início a um curso de alta costura, com objetivo a formação técnica de mulheres para que possam contribuir na composição de renda familiar e geração de empregos. O curso é destinado às alunas do projeto de extensão Desenvolvimento Integral Sustentável do Território (Dist), desenvolvido no bairro Shopping Park, em Uberlândia.

O curso, iniciado no dia 21 de novembro, em parceria com o ateliê Patrícia Bonaldi, é realizado no Centro de Esportes Unificado (CEU). Ele visa contribuir para a capacitação profissional e oportunizar às mulheres do bairro Shopping Park que criem seu próprio negócio. Acontece de segunda a sexta-feira em duas turmas, uma pela manhã e outra à tarde, com previsão de duração de seis meses.   

Segundo com a coordenadora do Dist/Shopping Park, Valéria Maria Rodrigues, já eram realizados, desde 2017, cursos de corte e costura e de bordado em pedraria e que essa ação específica do curso de aperfeiçoamento em costura vem sendo realizada com as mulheres que já estão certificadas e produzindo há algum tempo.  É um curso de formação em continuidade ao curso de corte e costura, porém direcionado para uma costura mais refinada e condizente com o perfil de costura que o ateliê necessita para compor sua equipe de trabalho.

De acordo com o gerente industrial do grupo Nohda Brasil Indústria de Moda Ltda., Sergio Carneiro Sarayedine, responsável pela marca que está patrocinando esse projeto, a empresa já participava do curso de bordado e manteve a parceria com o de costura, pois considera que é uma forma de proporcionar renda às pessoas sem tirá-las de casa. “Como todas são mulheres e, na maioria das vezes, têm filhos, morando no bairro que fica um pouco distante do grande centro de Uberlândia e das principais empresas, muitas vezes precisam se ausentar o dia inteiro. Essa é uma forma de conseguirem trabalho, gerar renda e mesmo assim estarem próximas do lar e filhos” ressalta Sarayedine.

Os cursos ofertados já foram capazes de impactar na vida de algumas alunas, tanto no âmbito profissional, quanto pessoal. Meirevone dos Santos Batista faz cursos do Dist há três anos e relata que essa oportunidade a tem permitido ajudar financeiramente nas despesas de casa e lhe deu mais liberdade e independência. “Eu estou amando, se não fosse o curso de corte e costura eu não sei como estaria hoje. Passei por momentos muito difíceis e isso tem me ajudado bastante” explica.

No projeto, as alunas são orientadas por duas professoras. Elas dividem etapas com as participantes para atendimento e acompanhamento da costura.  A metodologia aplicada nas primeiras semanas é nivelamento do grupo, depois iniciam a etapa de costura em tecidos finos (tule, illusion, entre outros) e colocação de zíper invisível.

 

 

O trabalho dá continuidade ao curso de corte e costura (foto: Milton Santos)

 

Dist

 

O Dist é uma iniciativa que se desenvolveu através de uma parceria da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) com a Caixa Econômica Federal, por meio de fomento do Fundo Socioambiental e busca capacitar os membros do Bairro Shopping Park, beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida, para o exercício profissional, o empreendedorismo e a iniciativa ao trabalho.

O projeto é uma das 11 iniciativas lançadas pelo Fundo Social enquanto programa e está  no terceiro ano de execução em parceria com a Prefeitura Municipal que, por meio da Secretaria de Cultura, utiliza o espaço do CEU para a realização dos cursos. Dentro do projeto existem várias vertentes de ações desenvolvidas nos eixos de governança territorial, geração de renda e empreendedorismo, dinamização econômica, promoção sociocultural e gestão ambiental.

São realizadas mais de 30 atividades diferentes: cursos para geração de renda, como beleza estética, cabeleireiro, manicure, pedicure, design de sobrancelha e horta comunitária. Também são oferecidos cursos de dança e aulas de reforço escolar e ações esportivas e de lazer.

O objetivo em comum é oferecer ações de cunho social para o pós morar dos beneficiários do Minha Casa Minha Vida. “Todas essas pessoas que participam do programa vieram de lugares distintos, então elas não possuem um sentimento de pertencimento em comunidade. A maioria delas não tem condições financeiras, e são cadastradas no CadÚnico, ou seja, recebem benefício do governo” explica a coordenadora Rodrigues. Ela também conta que uma forma de desenvolver sustentavelmente o território é a geração de renda para as pessoas melhorarem sua qualidade de vida e seu potencial de ganho.

 

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2018. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal