Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

02/07/2019 - 12:43 - Atualizado em 09/07/2019 - 14:08
Hospital Veterinário é referência na região
Serviço depende de custeio do MEC e dos valores cobrados nos atendimentos
por Autor: 
Mariana Oliveira

O Hospital Veterinário realiza exames como raio-x, hemograma bioquímico, ecocardiograma e ultrassom (Foto: Milton Santos)

 
 
O Hospital Veterinário da Universidade Federal de Uberlândia (HV/UFU) é referência no atendimento de animais domésticos, silvestres e de pequeno e grande portes na região. Diariamente passam pelo local de 50 a 60 animais que, em 2017, contabilizaram mais de 50 mil procedimentos entre consultas, cirurgias, exames, entre outros.
 
Com 42 anos de existência, o hospital foi criado para atender à demanda do curso de Medicina Veterinária da UFU. O diretor executivo Diego Delfiol conta que o fato de ser voltado para a graduação é o principal motivo pelo qual os atendimentos à população precisam ser pagos. 
 
A verba destinada ao funcionamento do HV/UFU vem do Ministério da Educação (MEC) para financiar as aulas práticas do curso e para a compra e melhoria de equipamentos utilizados pelos alunos. “A gente poderia ter uma aula de graduação adequada se atendesse dois ou três animais por dia, mas o hospital faz muito além disso”, completa Delfiol. Essa ampla abertura para atendimento à população acarreta gastos extras que não são subsidiados pelo governo.
 
O diretor destaca que o funcionamento total do hospital depende tanto do custeio do MEC, quanto do valor que é cobrado para a execução de procedimentos. “Conseguimos fazer a manutenção e em momento algum paramos de fazer qualquer tipo de exame justamente por conta desses valores que a gente recebe”, afirma Delfiol.
 
A tabela de preços atualmente utilizada no hospital foi montada em 2015 e não sofreu reajustes desde então. Segundo o diretor, o hospital segue a política do preço justo e os critérios utilizados para essa precificação são os custos envolvidos no atendimento: “a gente, por exemplo, em um procedimento cirúrgico, vê qual material será utilizado, anestésico, medicação... e precifica em cima dessa avaliação no mercado”. 
 
Os equipamentos e as instalações são um diferencial do HV/UFU, que realiza exames como raio-x, hemograma bioquímico, ecocardiograma e ultrassom, além de cirurgias. Como destaca Delfiol, “você traz o seu animal e o problema dele vai ser resolvido aqui, a gente não vai mandar para outro lugar”.
 
Para os animais silvestres tem ainda um setor à parte, o Laboratório de Pesquisa em Animais Silvestres (Lapas/UFU), criado e coordenado pelo professor André Luiz Quagliatto. A maioria desses animais vai parar ali por causa de  atropelamentos em rodovias e o Lapas fica encarregado de tratar e devolver à natureza essas espécies. Quando a volta à natureza não é possível, eles permanecem no laboratório ou são encaminhados para zoológicos ou outros criadores.
 
 
Programas de apoio
 
O HV/UFU tem alguns programas de gratuidade e redução de custo dos serviços prestados, entre eles a parceria com a Prefeitura Municipal de Uberlândia e com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que possibilita a castração, sem custo, de cerca de 1.500 animais por ano.
 
Para ter acesso a esse serviço é necessário que o tutor do animal realize um cadastro junto ao CCZ, responsável pelo processo de triagem e pela classificação socioeconômica. Caso o animal seja apto e se comprove a necessidade da gratuidade, ele será encaminhado para a cirurgia no HV/UFU. Os critérios para participação neste projeto podem ser encontrados no site do hospital
 
Outra iniciativa do hospital facilita o atendimento para beneficiários de programas de auxílio do Governo Federal, como o Bolsa Família, que não têm condições financeiras de arcar com custos veterinários. Sendo comprovada situação de vulnerabilidade socioeconômica do dono, o animal é socorrido de forma gratuita.
 
Por fim, ONGs de apoio à causa animal, como a Associação Protetora de Animais (APA), têm direito a um atendimento gratuito por semana, além de custos reduzidos para serviços adicionais. Proterores particulares cadastrados no CCZ têm acesso a política de descontos.
 
Estas medidas buscam promover uma melhora na qualidade de vida dos animais da região, além de auxiliar no controle populacional, evitando também o abandono.
 
 
Serviço
 
O hospital está localizado na Av. Mato Grosso, 3.289, Bloco 2S do Campus Umuarama, em Uberlândia/MG. São distribuídas senhas diárias para atendimento.
 
  • Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 7h às 18h (exceto feriados).
  • Horário de consultas: segunda a sexta-feira, das 7h às 16h.
 
Para mais informações entre em contato pelos telefones (34) 3225-8404, (34) 3225-8405, (34) 3225-8408 e (34) 3225-8410 ou e-mails diretoria@hv.ufu.br e gerencia@hv.ufu.br.      
 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2019. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal