Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

12/02/2020 - 16:28 - Atualizado em 12/02/2020 - 16:56
Projeto da UFU é semifinalista do 1º Concurso Audiovisual da Andifes
Desenvolvida por alunas do curso de Arquitetura e Urbanismo, a Flutua é tema do vídeo classificado para a penúltima fase da iniciativa idealizada para valorizar as universidades federais brasileiras
por Autor: 
Hermom Dourado

Nesta quarta-feira (12/02), a Associação Nacional das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) divulgou a lista dos vídeos selecionados para a fase semifinal da primeira edição de seu Concurso Audiovisual. Minas Gerais é o estado com a maior quantidade de trabalhos que seguem na disputa – 16, num total de 44 –, sendo que um deles foi enviado por um grupo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – confira, clicando na imagem abaixo.

Passarão para a fase final do concurso os 10 vídeos que tiverem mais visualizações até o dia 26 de fevereiro. (Imagem: Reprodução YouTube)

Prestes a iniciar o nono período de Arquitetura e Urbanismo, Isadora Fernandes foi a responsável por inscrever no concurso um vídeo apresentando o projeto Flutua. “Estamos sempre atentas aos editais e vimos neste prêmio da Andifes uma boa oportunidade para a Flutua. A temática dele é ‘Universidade pública, gratuita e de qualidade: patrimônio do povo brasileiro’ e nós somos um coletivo de meninas que estudam Arquitetura e Urbanismo na UFU e desenvolvem ações que contemplam tanto a vertente acadêmica como a questão social, a exemplo de práticas urbanas e oficinas, em regiões periféricas, escolas e eventos de Uberlândia”, comenta a estudante.

A iniciativa de coletar sacolas plásticas descartadas, soldá-las com ferro de passar roupa e gerar estruturas arquitetônicas infláveis com até 15 metros de comprimento para composição de ambientes e eventos conquistou, logo no primeiro ano do projeto, o Prêmio Tomie Ohtake 2018, em São Paulo – leia matéria AQUI.

Sem recursos provenientes de bolsas nem de parcerias com a iniciativa privada, a Flutua se mantém graças aos próprios esforços de suas integrantes e ao apoio de colaboradores. “Foi assim que conseguimos, por exemplo, produzir o vídeo para este concurso. Basicamente, aproveitamos imagens de várias atividades que já realizamos e fizemos uma edição remixando tudo em apenas um minuto, que era o tempo estipulado pelo edital. Eu fiquei responsável por questões burocráticas, como a revisões do texto e dos takes e a coleta das autorizações para uso de imagem. No mais, também contamos com a ajuda de amigos do projeto, que foram fundamentais no trabalho de edição”, explica Isadora, que recentemente realizou um intercâmbio acadêmico em Portugal.

Ainda de acordo com ela, o grupo conta atualmente com cinco integrantes e está aberto à participação de outras pessoas do nosso município. E acrescenta: “Estamos muito felizes com a notícia da seleção para esta fase do Concurso Audiovisual da Andifes e contamos com a colaboração de todos para que o nosso vídeo conquiste vaga entre os 10 finalistas e possa ser submetido à avaliação do júri. Caso conquistemos um lugar entre os três vencedores, a intenção é investir o dinheiro na infraestrutura e expansão da Flutua. No ano passado, por exemplo, fomos convidadas a apresentá-lo em uma Mostra de Urbanismo Colaborativo em Belém (PA), organizada pela Courb, mas não pudemos enviar nenhuma representante porque não tínhamos recursos para as despesas daquela viagem. Apesar disso, fomos reconhecidas no ArchDaily - que é o site de arquitetura mais visitado do mundo.”

Quem estiver interessado em saber mais detalhes sobre a Flutua pode entrar em contato com as alunas do projeto, por meio de suas páginas nas redes sociais: BEHANCEINSTAGRAM e FACEBOOK.

Oficina na Escola Estadual Enéas de Oliveira Guimarães. (Foto: Arquivo/Projeto Flutua)

 

Regulamento

Organizado pelo Colégio de Gestores de Comunicação das Universidades Federais (Cogecom), o Concurso Audiovisual da Andifes está com os 44 semifinalistas em uma espécie de disputa de popularidade virtual. Todos os vídeos estão disponíveis no Canal da Andifes no YouTube e poderão ser acessados ao longo de duas semanas, até o próximo dia 26. Ao final deste período, os 10 trabalhos que registrarem a maior quantidade de visualizações serão classificados para a próxima etapa da avaliação, quando haverá a submissão a um júri indicado pela própria Andifes.

Na fase final, serão analisados critérios como aderência ao tema, qualidade do roteiro, qualidade de vídeo e qualidade de áudio. O resultado da primeira etapa será divulgado no dia 2 de março, enquanto o resultado final sairá no dia 16 de março. Os três primeiros colocados do Concurso Audiovisual da Andifes serão premiados, respectivamente, com os valores de R$ 5 mil; R$ 3 mil; e R$ 1.500.

Na opinião do presidente do Cogecom e diretor de Imagem Institucional da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Márcio Guerra, o número de participantes foi satisfatório. “A importância desse concurso é muito grande. Notamos muitos estudantes interessados em participar de projetos assim. Com isso, nós temos a possibilidade de ver as diferentes formas de um aluno se manifestar em posição de defesa das universidades”, afirmou. (Com informações do Portal da UFJF)

 

>>> Leia também:

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2020. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal