Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

17/04/2020 - 14:07 - Atualizado em 17/04/2020 - 14:12
Evaldo Vilela é nomeado presidente do CNPq
Confira a avaliação dos gestores da UFU sobre o novo comando do conselho
por Autor: 
Diélen Borges

[Com informações da Assessoria de Comunicação Social da Fapemig]

 

 

Vilela ocupava o cargo de presidente da Fapemig desde 2015. (Foto: Assessoria de Comunicação Social da Fapemig)

 

O professor Evaldo Ferreira Vilela, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), foi nomeado para assumir o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A nomeação de Vilela e a exoneração de João Luiz Filgueiras de Azevedo foram publicadas nesta sexta-feira (17/04), no Diário Oficial da União.

“Para um pesquisador, como eu, ser indicado para a presidência do CNPq é uma honra grande. Na ciência, não se trabalha por dinheiro, mas sim pela colaboração coletiva, pelo prestígio, pela crença de que a ciência é fundamental para o desenvolvimento da sociedade. É uma militância apaixonada. Vou com a proposta de agregar a comunidade científica e lutar para o entendimento sobre a importância da ciência”, afirma Vilela.

Sobre a Fapemig, Vilela diz que, mesmo à distância, continuará a cuidar da agência mineira. “A Fapemig ainda tem muitos desafios pela frente, mas tenho certeza de que o governo, o Conselho Curador da instituição e a equipe de colaboradores escolherão a melhor estratégia para preservar sua atuação e recuperar sua importância no cenário estadual e nacional”. O diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Sérgio Lacerda Beirão, assumirá, interinamente, a presidência da Fapemig.

 

Currículo

Formado em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), Vilela é mestre em Entomologia pela Universidade de São Paulo (USP) e doutor em Ecologia Química pela Universidade de Southampton, Inglaterra. Realizou pós-doutoramentos nas Universidades da Califórnia-Berkeley (EUA), de Nuremberg-Erlangen (Alemanha) e Tsukuba (Japão). 

Foi presidente da Sociedade Entomológica do Brasil e da Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária. É membro titular da Academia Brasileira de Ciências. Foi membro da CTNBio/MCTI. Atua em Comitês de Assessoramento do CNPq, Capes e Finep. Foi reitor da Universidade Federal de Viçosa - UFV (2000 a 2004) e diretor da Fundação Arthur Bernardes - Funarbe (1994 a 1999).

Foi secretário adjunto de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (2007 – 2014) e diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapemig (março a dezembro de 2014). Assumiu a presidência da Fapemig em 2015, cargo que ocupava até o momento. É, também, presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap).

 

Avaliação

O professor Carlos Henrique de Carvalho, que é pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e presidente do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Foprop), avalia positivamente a escolha de Vilela como novo presidente do CNPq.

"Ele tem algo que eu considero fundamental para a gestão de uma agência de fomento: transparência", afirma Carvalho. Segundo o pró-reitor, a atuação de Vilela à frente da Fapemig em um momento financeiramente difícil foi fundamental para garantir o diálogo com o governo. "A competência dele é inquestionável. É um típico mineiro: apaziguador, conciliador, mas muito propositivo. O CNPq e a comunidade científica só tem a ganhar. Vai ser difícil, mas ele conta com o apoio dos pesquisadores", completa.

O reitor da UFU, Valder Steffen Júnior, que também é presidente do Fórum de Dirigentes das Instituições Públicas de Ensino Superior de Minas Gerais (Foripes-MG), agradece ao ex-presidente João Azevedo pela contribuição dada durante o tempo em que esteve na presidência do CNPq. "Ele teve uma posição firme em defesa da ciência, da tecnologia e da inovação e em defesa do próprio CNPq", diz. 

Quanto ao novo presidente, Steffen destaca que Vilela é um nome muito conhecido no país, principalmente em Minas Gerais. "É um homem experiente, um cientista com muita repercussão em sua área de trabalho. Tem amplas condições de realizar um trabalho muito bom à frente do CNPq, aproveitando a experiência que teve enquanto presidente da Fapemig", afirma o reitor. "Desejamos ao professor Evaldo Vilela muito sucesso e nos colocamos desde já à sua disposição para auxiliar naquilo que estiver ao nosso alcance", finaliza.

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2020. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal