Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

31/08/2020 - 11:06 - Atualizado em 01/09/2020 - 14:38
Diversão, imaginação e aprendizagem
Aqui você encontra dicas e ideias de entretenimento
Por: 
Mariane Éllen da Silva, Mônica Faria e Silva, Rochele Karine Marques Garibaldi e Vanessa de Souza Ferreira Dângelo

Quer conhecer uma história incrível? Então se ligue na dica de leitura do estudante João Vitor. O livro se chama “João esperto leva o presente certo”, escrito por Candace Fleming e ilustrado por G. Brian Karas. Podemos encontrá-lo no acervo da biblioteca da Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia (Eseba/UFU), de onde foi retirada a foto abaixo.

ACESSE O SITE da Biblioteca da Eseba/UFU!

Resenha: A história nos conta que João foi convidado para o aniversário de 10 anos de uma princesa, mas, como não tinha dinheiro para o presente, resolveu ele mesmo conseguir os ingredientes e fazer um bolo de presente para ela. Porém, no caminho para a festa, aconteceram muitas coisas que o impediram de chegar com o presente. Ficou apenas a história, que muito fez a princesa rir e achar a aventura de João o melhor dos presentes.Contagiado por essa história, João Vitor nos apresentou o porquê da indicação da leitura:“Eu gostei muito desse livro porque eu me identifiquei muito com o João, que não desiste fácil. Me lembrou de outro livro que se chama ‘O Pequeno Príncipe’, que ensina muitas lições e uma delas é que, quando você é adulto, não precisa deixar de sonhar, não precisa deixar de ser criança.”Isso aí, crianças, não vamos desistir de nossos sonhos!

Desenho e impressões do João Vitor

“Oi, meu nome é João Vitor, eu tenho 9 anos e hoje vou falar das coisas que eu gosto. Eu gosto de brincar com meu cachorro, de jogar videogame, de ver filmes com a minha família. Eu gosto de brincar e também gosto de ir para a casa da minha avó para brincar com meus primos.”

 

Experiências

A nossa dica de experiência mostra como fazer uma lousa de caixa de leite! A lousinha foi criada pela professora Luciana Muniz e é um elemento simbólico do Programa Diário de Ideias com o Projeto “Transformando lixo em brinquedo”. Arthur compartilhou o passo a passo para confeccionar essa lousa inovadora para você registrar suas ideias!

“Sou um menino alegre, gosto de brincar de pega-pega, pique-esconde, andar de bicicleta, jogar futebol, jogar videogame. Também adoro as aulas de violão e desenhar!”

Arthur, 7 anos, 2° ano, Eseba/UFU

 

Espaço Artístico

Heithor compartilhou conosco uma divertida brincadeira musical: “O caramujo e a saúva”, interpretada pelo grupo Palavra Cantada!

Sobre a música

A música “O caramujo e a saúva” faz parte do livro e DVD “As melhores brincadeiras musicais”, do grupo Palavra Cantada, juntamente com outros diversos jogos e brincadeiras criados a partir de ritmo, melodia, timbre, acorde, pulso, intensidade e outras composições fascinantes do mundo da música e do universo infantil.

 

 

Capa do livro “As Melhores Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada”

Capa do livro “As Melhores Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada”. Autores: Sandra Peres e Paulo Tatit

Que tal aprendermos essa brincadeira musical?

Divirta-se!

O Caramujo e a Saúva

Palavra Cantada

Caramujo que mora em Ubatuba

Escreveu uma cartinha pra saúva

A saúva respondeu com um desenho

Caramujo coloriu com muito empenho

 

Caramujo que mora em Ubatuba

Escreveu uma cartinha pra saúva

E assim continuaram sem parar

Desenhando e ouvindo tchá-tchá-tchá

 

Na segunda desenharam o gavião

Na terça um jacaré com seu bocão

Na quarta foi o polvo de oito patas

Na quinta um canguru com três gravatas

Na sexta dois marrecos barulhentos

No sábado dois touros rabugentos

Domingo foi a vez do chipanzé

 

Depois foi tudo igual de marcha ré

E pra poder fazer de marcha ré

 

No domingo desenharam o chipanzé

No sábado dois touros rabugentos

Na sexta dois marrecos barulhentos

Na quinta um canguru com três gravatas

Na quarta foi o polvo de oito patas

Na terça um jacaré com seu bocão

Segunda eles pintaram o gavião

 

Caramujo que mora em Ubatuba

Escreveu uma cartinha pra saúva

A saúva respondeu com um desenho

Caramujo coloriu com muito empenho

Caramujo que mora em Ubatuba

Escreveu uma cartinha pra saúva

E assim continuaram sem parar

Desenhando e ouvindo tchá-tchá-tchá

 

Depois de brincar cantando, Heithor se inspirou no Caramujo e na Saúva e também fez o próprio desenho. Confira como ficou:

Desenho Heithor

E aí, gostou? Vamos entrar nessa brincadeira com o Heithor? Boa diversão!

“Gosto de brincar de correr, andar de bicicleta no quintal, brincar de carrinho de controle remoto e de pique-esconde. O que mais estou gostando é que estou ficando com minha mamãe. Estou com muitas saudades da escola, quero ver meus coleguinhas, eu não aguento mais esse ‘coronaviso’.”

 

Heithor, 6 anos, 2º período, Eseba/UFU

 

 Sessão Pipoca

Você gosta de chocolate? Já pensou se pudesse passar um dia inteiro visitando uma fábrica de doces? E mais, podendo degustar as delícias fabricadas lá? A Lavínia conheceu essa fábrica misteriosa e muito divertida no filme “A fantástica fábrica de chocolate”. 

Data de lançamento: 22 de julho de 2005 (Brasil)

Direção: Tim Burton

Autor: Roald Dahl   

                     

Resenha:

Willy Wonka era dono da maior fábrica de doces da história! Na sua fábrica eram produzidos chicletes que não perdiam o gosto, sorvetes que nunca derretiam e muitos outros doces diferentes. Um dia, Willy descobre que estavam roubando suas receitas secretas e decide fechar a fábrica para sempre! Mas... ela volta a funcionar misteriosamente... ninguém entrava, ninguém saía, mas os chocolates estavam sendo produzidos! Quem será que estava fabricando-os? Willy Wonka tinha  decidido escolher uma criança para herdar a fantástica fábrica; então, ele escondeu 5 bilhetes dourados em 5 barras de chocolate e as crianças que encontrassem o bilhete fariam uma visita ao lugar (e uma delas seria a escolhida!). Charlie, um menino muito pobre, acha um dinheiro na rua, compra uma barra de chocolate e encontra o último dos cinco bilhetes! Quer saber o que aconteceu depois? Assista ao filme “A fantástica fábrica de chocolate”!

Lavínia nos contou o que mais gostou no filme. 

“O que eu mais gostei do filme foi do rio... eu adorei! O filme fala sobre uma fábrica que o Willy Wonka criou! Beijo.”

Desenho e impressões da Lavínia sobre o filme

“Sou muito alegre, adoro conversar, contar histórias, brincar de boneca, bambolê, cantar e assistir filmes e desenhos. Meu desenho favorito é DPA. ‘Sou ligada no 220, minha bateria nunca acaba’. Adoro ajudar as pessoas e meu animal preferido é cachorro, embora tenha muito medo. Adoro macarrão e manga... e amo viajar, principalmente para praia.”

Lavínia, 5 anos, 2° período, Eseba/UFU

 

Espaço Lúdico

Assim como nas edições anteriores, hoje você terá uma nova dica para ser o próprio autor da sua diversão! Inspire-se na ideia criativa da Emanuelly, que nos ensina a fazer uma casinha de bonecas diferente! 

Você vai precisar de:

  • Garrafa de desinfetante ou amaciante vazia e higienizada
  • Tesoura (para o adulto cortar a porta e a janela)
  • Tintas PVA ou canetinhas
  • Cola
  • Pedacinhos de papel E.V.A. ou tecido para decorar

Passo a passo

O que Emanuelly achou de construir sua casinha de bonecas: “Foi muito divertido fazer essa casa de LOL! Essa foi uma experiência muito boa. Para fazer a casa precisa de PVA, tinta e um litro de amaciante. Para fazer a cortina será necessário um pedaço de pano.”

“Sou uma menina que gosta de brincar com bichinhos de pelúcia, bonecas e de falar o alfabeto. Gosto de comer laranja, uva e bolo de chocolate. Sou muito brincalhona e, às vezes, sou tímida. Nessa quarentena estou ficando em casa com minha família, que amo muito. Quero que essa fase de quarentena passe rápido para que eu possa voltar à escola e brincar com meus amiguinhos.”

Emanuelly, 5 anos, 2° período, Eseba/UFU

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2020. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal