Skip to:

FacebookTwitterFlickrYoutubeFeed RSS

  • Aumentar
  • Diminuir
  • Normal

Current Size: 100%

28/09/2020 - 19:19 - Atualizado em 05/10/2020 - 22:48
Diversão, imaginação e aprendizagem
Aqui você encontra dicas e ideias de entretenimento
Por: 
Mariane Éllen da Silva, Mônica Faria e Silva, Rochele Karine Marques Garibaldi, Vanessa de Souza Ferreira Dângelo

Lendo o Mundo 

Você conhece as obras de Richard Byrne? Ele é um desenhista gráfico que resolveu se tornar também escritor de livros infanto-juvenis, trazendo uma perspectiva criativa, colorida e que instiga o imaginário. No site oficial do autor, podemos conhecer um pouco da sua história e das suas produções. Vale a pena conferir!

Richard Byrne

O estudante Murilo gosta muito de uma obra desse autor chamada “Estamos no livro errado” e a apresenta como dica de leitura. Na história, os amigos Bella e Beto procuram pelo cachorro Bolota, mas a cada página virada se encontram em um formato diferente de livro, nos levando a perceber que existem diferentes tipos de livros feitos para que as crianças possam se aventurar.

“O livro conta sobre dois personagens Beto e Bella. E o objetivo deles é achar o cão perdido de Bella. Para o encontrar, Beto e Bella passaram por vários tipos de livro. No final, Beto e Bella encontram o cão perdido! FIM.”

“Oi! Eu sou um menino de 11 anos, alegre, tranquilo e um pouco tímido. Gosto de jogar videogame, brincar com meus amigos, minhas cachorrinhas e andar de bicicleta.” Murilo, 11 anos, 5º ano, Eseba/UFU

 

Experiências

Que tal aprender uma saborosa receita? A Analú compartilhou a experiência de fazer um delicioso bolo gelado. Hummm...deu água na boca!
 
 
Bolo de coco gelado
 
Ingredientes:
Massa:
• 1 xícara (chá) de açúcar
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
• 4 ovos
• 1 xícara (chá) de leite
• 2 colheres (sopa) de coco ralado
• 1 colher (sopa) de fermento em pó
• 2 colheres (sopa) de margarina sem sal
 
Cobertura
• 1 lata de leite condensado
• 1 lata de creme de leite
• 1 vidro (200 ml) de leite de coco
• leite de vaca (mesma medida do vidro de leite de coco)
• 1 xícara de coco ralado
 
Modo de preparo:
• massa
 
Bata no liquidificador os ovos, o leite, a margarina, o açúcar e o coco.
 
Coloque a farinha de trigo na vasilha, despeje a massa batida e misture até que fique homogênea. Por último, acrescente o fermento.
 
Coloque em forma untada e enfarinhada. Asse em forno médio, preaquecido, por cerca de 40 minutos ou até dourar.
- Cobertura
Misture todos os ingredientes da cobertura (não precisa levar ao fogo). Coloque sobre o bolo ainda quente e polvilhe coco ralado. Leve para gelar! 
 
Pronto! Chegou o momento de saborear!
 
 
Analú representou este saboroso momento com um lindo desenho!
 
“Sou uma menina carinhosa e inteligente. Adoro gravar vídeos, tirar selfies. Gosto muito de brincar, fazer piquenique e andar de bicicleta enquanto tomo sol. Adoro comer doces. Assistir quot;bichinho" (Castelo Rá-Tim-Bum, Quintal da Cultura, Garfield, Masha e o Urso etc.) é algo que faço todos os dias. E mesmo ainda muito pequena, sou vaidosa! Adoro usar os batons e saltos da mamãe.”

Analú, 5 anos, 2° período, Eseba/UFU

 
Sessão Pipoca
 
Vocês conhecem algum personagem de videogame que foi parar na tela do cinema? Nesta edição, vamos apresentar a vocês o Sonic, um ouriço azul, com poderes extraordinários, como a super velocidade! Sonic é o personagem preferido do Igor!  Sonic – O filme Data de lançamento: 13 de fevereiro de 2020 (Brasil) - Direção: Jeff Fowler.
 
Resenha:
Para manter Sonic protegido de inimigos que queriam descobrir como roubar seus poderes, Garra Longa o envia com um saquinho cheio de anéis para outro mundo, do outro lado do universo, chamado Green Hills, na Terra! Depois de 10 anos vivendo sozinho e com medo de ficar assim para sempre, o pequeno ouriço provoca, sem querer, um grande apagão e o Dr. Robotnik é chamado para descobrir o que aconteceu. Tentando se esconder dos robôs voadores enviados pelo vilão Robotnik para encontrá-lo, Sonic vai parar na garagem da casa do policial Tom, mas acaba sendo descoberto. Assustado, Sonic deixa cair num portal para São Francisco os anéis que o levariam para outro planeta. Tom e Sonic partem numa grande aventura, fugindo de Robotnik e tentando achar os anéis perdidos. Será que eles vão conseguir escapar? Sonic vai riscar o último item da sua lista de desejos? Será que Sonic vai realmente para o Planeta Cogumelo? Assistam esse eletrizante filme e descubram!

“Oi, eu me chamo Igor e tenho 8 anos. Gosto muito de ver vídeos do Pai troll game player, jogar bola com meu pai e andar de bicicleta. Na companhia da minha mãe, adoro jogar videogame inclusive os jogos do Sonic e Minecraft. Adoro desenhar e sou muito criativo.” Igor, 8 anos, 3º ano, Escola Municipal Prof. Leôncio do Carmo Chaves

 
 
“Sonic é um ouriço azul e nasceu com poderes de super velocidade, ele veio de Green Hill. Ele teve vários amigos, ganhou vários anéis de sua mãe e imaginava qualquer lugar para o qual seria
transportado. E seu maior vilão é o Dr. Robonik, um maluco cientista que queria dominar os poderes e o mundo de Sonic.”
 
Igor gosta tanto do Sonic que fez o personagem de biscuit! “Meu primeiro personagem de biscuit foi o Sonic. Eu imaginei fazer o Sonic porque ele é o meu personagem favorito dos games e do filme. Para construir um biscuit foi necessário imaginar, concentrar e ter a criatividade". Para confeccionar, foram utilizados os seguintes materiais: arame, massa de biscuit e tinta guache, veja o resultado!
 
Espaço Lúdico
Vamos descobrir qual jogo a Valentina propôs?
Quem gosta de jogar em família? A Valentina gosta muito e quis compartilhar conosco um desses momentos, quando brincou com seus pais de jogo da memória, que é um dos seus jogos preferidos!
 
Jogo da Memória “Sílabas” em madeira
 
 
Valentina escreveu à sua maneira as instruções do jogo e registrou, por meio de um desenho, como foi jogar com a família! Que tal se inspirar nesse momento e brincar também com sua família ou criarem juntos seu próprio jogo da memória? Vai ser bem divertido!

Instruções do Jogo feito pela Valentina

 

Produção da Valentina sobre o momento vivenciado

 

“Sou uma menina alegre, tagarela e muito sorridente, que adora brincar de correr, pular, subir e escalar; amo cores, gosto muito de frutas, brócolis e chocolate. Sou muito carinhosa e adoro abraçar. Sou apaixonada por animais.” Valentina, 5 anos, 2º Período, Eseba/UFU

 
 
Espaço Artístico
 
A estudante Ana Beatriz gravou a música “Aquarela”, do compositor e cantor Toquinho, por meio da Língua Brasileira de Sinais, a Libras.  Libras é uma língua de modalidade gestual-visual por meio da qual é possível se comunicar pelos gestos, expressões faciais e corporais. Ela é considerada língua oficial no Brasil, desde 24 de abril de 2002, pela Lei n. 10.436. Essa língua é um importante meio de comunicação e interação entre os surdos e deles com os interlocutores, sendo, portanto, uma ação essencial de inclusão social. As informações foram retiradas da página. Acesse e fique por dentro! 
 
Ana Beatriz conta como se deu o contato com a Libras. “Eu aprendi Libras na igreja que participo, na escola em que fico no contraturno, com a educadora Suelen - que tem perda auditiva genética, e na Escola Municipal Professora Josiany França, com a Cristiane - minha professora do ano passado, e com a minha professora Alzira do 3º ano. Eu aprendo muito com elas.” 
 
Na escola em que Ana Beatriz estuda, há algumas crianças surdas, inclusive na sua turma. Ela conta como a Libras mudou a vida dela. “É uma forma de ficar perto das pessoas. A Libras para mim é muito importante, fico muito feliz porque eu dou conta de comunicar com meus amigos surdos e isso é muito legal.”  Ela compartilhou o vídeo que gravou com sua mãe Genicleide, com a música “Aquarela” em Libras. Aquarela foi lançada na década de 80 pelo compositor e cantor Toquinho e se tornou um clássico atemporal para crianças e para pessoas de qualquer idade.
 
Criatividade, imaginação, emoção, infância, amizade, magia compõem o cenário desta canção que é sucesso no Brasil e no mundo inteiro. Quer saber como essa música foi criada e conhecer todos os outros sucessos da incrível carreira de Toquinho? Acesse e se deleite!
 
Veja, ouça e sinta a música interpretada por Ana Beatriz e sua mãe clicando aqui
 

“Quando gravei o vídeo, eu pude levar a música para as pessoas surdas através da Libras e eu fiquei muito feliz! Eu gosto de brincar, dançar, correr, ver filmes, nadar, passear, viajar para a praia e de cachorros.” Ana Beatriz, 8 anos, 3º ano, Escola Municipal Profa. Josiany França

 
 
 
 

 

Av. João Naves de Ávila, 2121 - Campus Santa Mônica - Uberlândia - MG - CEP 38400-902

+55 34 3239-4411 | +55 34 3218-2111

© 2020. Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolvido por CTI, com tecnologia Drupal